O grupo de pesquisa JOVENS URBANOS foi criado em 2002, no Programa de Estudos Pós-graduados em Ciências Sociais/ Faculdade de Ciências Sociais – PUCSP. Está vinculado ao Diretório de Pesquisa do CNPq Imagens, metrópoles e culturas juvenis  e, desde 2008, ao Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales (Clacso), por meio do GT Infâncias y Juventudes.

Jovens e juventudes são concebidos no plural, historicamente situados, e o foco de análise está centrado em seus modos de ser e viver a metrópole, em particular a cidade de São Paulo. Compreende a experiência juvenil como complexa, atravessada por grandes temas e formas heterogêneas de inserção – nas quais se sobrepõem recortes interseccionais de classe, geração, raça, gênero, fluxos migratórios e vidas migrantes.

As pesquisas realizadas e em andamento concentram-se na articulação entre o cultural e o político e nas formas por meio das quais os jovens constroem narrativas de si, dos outros e de suas vidas cotidianas; experimentam novos modos de “estar juntos”; encaram e denunciam violências e buscam alternativas para resistir e re-existir a elas; produzem, divulgam e apropriam-se de diferentes expressões estético-culturais-comunicacionais; e ressaltam o caráter político de suas ações culturais.

Destacam-se dois compromissos do grupo: a) a troca de experiências e o compartilhamento de ações e resultados com os coletivos, organizações e associações com as quais estabelecemos interlocuções; b) a formação de novos pesquisadores em um ambiente plural, com a presença de alunos de graduação, bolsistas de iniciação científica, mestrandos, doutorandos e pós-doutorandos que tecem suas investigações na interface entre os campos das Ciências Sociais/ Antropologia e Comunicação.

Em 2020, o Grupo criou o projeto TRAVESSIAS ENTRE SABERES: CIÊNCIAS SOCIAIS NAS BRECHAS, com o objetivo de desenvolver uma metodologia de divulgação científica em conjunto com coletivos juvenis que atuam pela via da cultura.

O objetivo é construir uma metodologia compartilhada entre diversos saberes (o acadêmico, das ruas, dos jovens) e divulgar a produção científica acumulada pelo grupo por meio de materiais audiovisuais (podcasts, fotografias, plataforma online, mídias sociais) sobre/ de/ com jovens e coletivos juvenis na cidade de São Paulo.

O grupo parceiro da primeira etapa do trabalho é o Slam Resistência – coletivo de batalha de poesia falada que atua na praça Roosevelt, no centro de São Paulo -, com o qual o GP Jovens Urbanos está produzindo a websérie que leva o mesmo título do projeto.

Assista ao primeiro episódio:

Acesse a página do grupo no Facebook Acesse o canal do projeto Travessias no Youtube
Acesse os produtos

PRODUTOS DA PESQUISA

Artigos, cartogramas, fotografias e vídeos

EQUIPE
Entre em contato com o grupo

E-mail: jovensurbanos@pucsp.br; travessias.saberes@gmail.com

Conheça os Grupos envolvidos ou navegue pelos Produtos da Pesquisa