CPS

Centro de Pesquisas Sociossemióticas

O Centro de Pesquisas Sociossemióticas (CPS) tem como objetivo central desenvolver pesquisas e análises que clarifiquem os conteúdos, o funcionamento e os modos de produção e apreensão da significação nos diferentes discursos e práticas sociais. Desde sua fundação, em 1994, por iniciativa de pesquisadores do Centre National de la Recherche Scientifique, do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, o CPS funciona como um centro interinstitucional.

No campo da semiótica discursiva, também chamada de semiótica estrutural, semiótica francesa ou sociossemiótica (como vai ser adotada na nomeação do Centro) – teve seu nascedouro nas postulações de Algirdas Julien Greimas, no final dos anos 60, e foi desenvolvida como uma arquitetura teórica e metodológica pela ação conjunta de um grupo de colaboradores, dentre os quais Eric Landowski, que alicerça esse agrupamento brasileiro. A partir da iniciativa de Eric Landowski, José Luiz Fiorin e Ana Claudia de Oliveira o CPS foi formado, cadastrado na PUC-SP como centro de pesquisa e no Diretório do CNPq. Hoje, o CPS congrega pesquisadores das mais diferentes áreas vinculados a universidades e instituições de pesquisa de várias regiões do Brasil que se reúnem na sede na PUC-SP em função das investigações semióticas realizadas.

As atividades regulares do CPS dividem-se em quatro grandes frentes. A primeira delas é a pesquisa propriamente dita. Esta é desenvolvida coletivamente no interior dos ateliers, grupos de estudo, discussão e investigação, nos quais os membros do CPS reúnem-se em torno de grandes linhas temáticas. Os ateliers são renovados a cada ano em função dos interesses de pesquisa dos antigos e novos membros do CPS. A segunda compreende as atividades de formação e atualização de pesquisadores. Estas envolvem a promoção de ciclos de estudo, jornadas, seminários, conferências e cursos ministrados por especialistas do país e do exterior ou por membros do próprio CPS. A terceira compreende análises de mercado e de consumo por meio de pesquisas e de consultorias prestadas junto a agências de publicidade, empresas e instituições para estudo semiótico da identidade institucional, de marcas e de produtos. O CPS conta também com uma editora que responde pela sua quarta frente de trabalho: a publicação dos resultados mais relevantes de suas pesquisas e dos trabalhos de semioticistas, brasileiros e estrangeiros, incluindo tanto as investigações mais recentes quanto os textos que já se tornaram referência obrigatória no campo da semiótica discursiva.

Como parte de suas atividades regulares, o CPS realiza um colóquio anual para divulgação e debate das pesquisas desenvolvidas pelos ateliers no ano em curso, ocasião em que a maior presença dos participantes é conseguida e que torna suas pesquisas mais visíveis.

Linhas de Pesquisa

Fundamentos da Semiótica como teoria do sentido nos estudos das áreas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas.

A linha propõe investigações nas quais os fundamentos da teoria da significação são articulados com as distintas áreas do saber, operando com seu arcabouço metodológico no estudo da comunicação, marketing, consumo estética, artes, letras, linguística, educação, design, moda e urbanismo, entre outros. Propõe-se a semiótica como aparato conceitual para descrever e explicar as condições da apreensão e da produção do sentido de textos, objetos e práticas desses distintos campos de conhecimento.

Processos de intertextualidade, interdiscursividade e reescritura

Investiga os modos de construção e funcionamento da intertextualidade, da interdiscursividade e da reescritura. Como “inteligência da obra” e “produção dos efeitos de sentido estético e estésico”, as operações são estudadas para compreender como o(s) texto(s) e objetos de referência (verbais, visuais, sonoros ou sincréticos) de uma cultura são atualizados em outro(s) texto(s), objetos semióticos determinando o(s) mecanismo(s) de transformação, estabelecendo semelhanças e contrastes entre os tipos de textos/objetos de uma série cultural.

Análise de textos, discursos, objetos e práticas sociais

Investigação do conjunto de problemas teóricos e metodológicos que, dentro do aparato conceitual da Semiótica, são comuns à análise de vários tipos de discursos, objetos e práticas sociais das mídias, das artes, do consumo, do design, da educação, da moda, da política, da cidade. Volta-se ainda para os processos de apreensão sensível do sentido sentido estesicamente, para os mecanismos enunciativos e os modos de presença, para a experiência do sentido vivido, regimes de sentido e interação e para a dinâmica dos valores.

Acesse os produtos

PRODUTOS DA PESQUISA

Artigos, cartogramas, fotografias e vídeos

EQUIPE

Ana Claudia de Oliveira

Coordenadora | Lattes

Possui graduação em Língua e Literatura Portuguesa pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1975), graduação em Publicidade e Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (mais...)

Micaela Altamirano

Pesquisadora | Lattes

Estudante de mestrado no programa de Comunicação e Semiótica, pela linha de pesquisa "Regimes de sentido nos processos comunicacionais" e membro do Centro de Pesquisas Sociossemióticas (CPS). (mais...)

Nathalia Guimarães Boanova

Pesquisadora | Lattes

Mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC/SP com a dissertação "Permanência e mutação no discurso do automóvel em São Paulo: uma análise sociossemiótica", bolsista do CNPQ. Membro do  (mais...)

Mariana Braga

Pesquisadora | Lattes

Alexandre Provin Sbabo

Pesquisador | Lattes

Doutorando em co-tutela pela Université de Limoges (UNILIM/FR) e pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), Mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP e Bacharel (mais...)

Jaqueline Zarpellon

Pesquisadora | Lattes

É pesquisadora, professora e consultora de varejo de moda. Do Paraná, vive em São Paulo, capital. Mestra em Comunicação e Semiótica pela Universidade Católica de São Paulo (2017), com a pesquisa  (mais...)

Sylvia Demetresco

Pesquisadora | Lattes

Maria Aparecida Junqueira

Pesquisadora | Lattes

Possui graduação em Língua e Literatura Portuguesas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1976) , mestrado (1986) e doutorado (1997) em Comunicação e Semiótica pela  (mais...)

Alexandre Marcelo Bueno

Pesquisador | Lattes

Possui graduação em Linguística/Português pela Universidade de São Paulo (2002). É mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Semiótica e Linguística Geral pela FFLCH-USP, onde também fez seu (mais...)

Entre em contato com o grupo

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Semiótica

Rua João Ramalho, 182, 4º andar
CEP: 05008-000, Perdizes, São Paulo (SP)
Telefones: (11) 3672-8906
Fax: (11) 3873-3419
Site: http://www.pucsp.br/cps/

SEDE DE ATIVIDADES CPS

Avenida Nazaré 993
Bloco III, Sala 2
Bairro do Ipiranga – São Paulo – SP

Texto informado pelo Grupo. Mais informações clique aqui.

Conheça os Grupos envolvidos ou navegue pelos Produtos da Pesquisa